Central de Atendimento:  (11) 4307-9530

Back To Top

Roupinhas de Bebê

Conforto é a palavra-chave quando o assunto é roupinhas de bebê. Deixe os modelos mais sofisticados para quando eles estiverem maiores, escolha roupas que sejam fácil de vestir, que não apertem e que estejam de acordo com a estação. Antes de começar a preparar o enxoval de bebê veja se ele vai chegar no frio ou no calor e escolha corretamente os tecidos. Os bebês não podem ficar expostos a friagem, por isso muito cuidado com o que vai escolher para o verão. Escolha macacões, conjunto pagão, body, e mijão de tecidos leves que proporcionam conforto para os pequeninos.

Seguem aqui algumas dicas para as mamães manterem a qualidade das roupinhas do seu bebe,  qual o sabão correto a se usar, amaciantes e as formas corretas de manutenção e higienização.

 

Posso comprar a roupinha de bebê e usar?

 

Não, você nunca deve vestir no bebe uma peça que acabou de comprar sem antes lavar a mesma. Pediatras recomendam que as roupinhas de bebe, sejam lavadas no mínimo 2 vezes antes do uso. Também é importante salientar que nunca devemos misturar as roupas de adultos ou a qualquer outra peça de uso comum, com as roupas do recém-nascido.

 

Qual a forma correta de lavar? Posso usar amaciante na roupinha do bebe?

 

As roupinhas devem ser lavadas preferencialmente em água morna e com sabão neutro, o uso do amaciante não é indicado, sabemos que as mamães adoram aquele cheirinho que deixa na roupinha do neném, mas resíduos deixados pelo amaciante podem irritar a pele do bebe, mesmo que sejam amaciantes próprios . Uma boa saída para deixar a roupa do recém-nascido perfumada, é um produto já conhecido por todos pela a sua excelente qualidade, o sabão OMO, consagrado pelas donas de casa pela sua máxima qualidade, A fabricante do OMO pensando nos pequenos, desenvolveu um produto próprio para o uso infantil, o OMO Baby, é adequado para deixar as roupinhas de bebe com um perfume delicioso sem riscos de prejudicar a saúdo do seu bebe.

 

Algumas peças mais delicadas, devem ser lavadas a mão, não esfregue demais para não estragar o tecido e também não torça, as peças devem ser pressionadas para tirar o excesso de água e enxaguadas por no mínimo duas vezes.

 

A roupinha do bebê está seca, posso vesti-lo sem passar a ferro?

 

Salvo fibras sintéticas, lãs e similares, as roupas do rebento devem ser todas passadas a ferro a uma temperatura indicada pelo fabricante, dê preferencia aos ferros a vapor, o vapor quente ajuda a eliminar ácaros e bactérias proporcionando melhor qualidade de vida para o seu bebe, diminuindo o risco de alergias e aumentando a proteção, é importante tanto na parte do conforto, quanto na parte da saúde.

 

Quero comprar roupinha de bebe, devo seguir alguma recomendação?

Categoricamente podemos responder que não, você deve é claro acompanhar as roupinhas corretas para cada estação do ano, cores, tecidos e modelos são relativos e ficam inteiramente a gosto das mamães. No mercado encontramos facilmente tecidos antialérgicos e tecidos de todos os tipos, recomendações especiais sobre qual o tecido mais adequado, viram do pediatra do seu filho, caso o mesmo tenha alergia a determinado tipo, salvo casos específicos de alergia, fique a vontade para escolher.

Após o uso de uma determinada peça, o meu bebe apareceu com pequenas bolinhas vermelhas pelo corpo, o que eu devo fazer?

Procurar imediatamente um pediatra, anote as informações tais como o tipo de tecido que seu bebê usava na hora em que notou que alguma coisa estava errada, anote também ou leve os rótulos dos produtos usados para a lavagem das peças, isso poderá facilitar a identificação de uma possível reação alérgica a um determinado tipo de tecido ou produto de lavagem.

Dicas diversas para roupinhas de bebê

Macacão

É a roupinha mais prática e confortável que tem. O bebê vai usar muito. No começo, mesmo no verão, é melhor usar sempre os de manga comprida, com tecido mais leve, para tomar banho de sol. É bom ter alguns de ficar em casa, mais básicos, e outros para sair, mais elaborados, mas sempre 100% algodão, que não pinicam nem irritam a pele.

Para o dia a dia, escolha os de abertura mais práticas, como botões de pressão e fechamento na frente. Ter de trocar o neném rápido para mamar, às vezes já chorando de fome, é muito mais difícil se os botões são mínimos ou nas costas, por exemplo. Você provavelmente vai ganhar muitos tamanhos RN, então não se esqueça de comprar alguns P, porque se o bebê nascer grandinho perde logo os menores.

Também é bom ter alguns M e G, para não ser pega de surpresam que bebês crescem rápido!

Roupa de baixo

O body nada mais é que uma camiseta que fecha embaixo, cobrindo a fralda, com botões de pressão. Pode ser de manga curta ou longa. Serve para aquecer o bebê, quando usada por baixo o macacão. Mas no calor serve de roupinha para ficar em casa. Como são práticos, por não ficar saindo das calças, tem mães que gostam de continuar usando bodyes até dois ou três anos. O companheiro do bodye é a calça chamada culote ou mijão, que pode ou não ter pé. É bom ter os dois modelos, porque sem o pé acompanha mais o crescimento da criança, mas o fechado agasalha mais e não deixa o frio entrar.

Casaquinho

Os bebês recém-nascidos sempre precisam ficar um pouco mais agasalhados que a gente, porque ainda não controlam bem sua temperatura corporal. Por isso, é bom ter um casaquinho, para colocar por cima do macacão e esquentar o peito quando esfriar, dando liberdade de movimento ao bebê (a manta aquece, mas prende aos bracinhos ou acaba escorregando quando ele se meche). Eles podem ser de lã, plush, soft, linha ou malha. Tenha pelo menos um mais quente e um mais leve no enxoval.

Meia e sapatinho

Até começar a andar, entre os 10 e 18 meses, o bebê não precisa usar sapato, o pezinho do bebê precisa estar livre para se desenvolver de forma adequada. Os pés precisam ficar com maior liberdade de movimento possível, então o bom mesmo é meia (ou ficar descalço). Sapatinhos de lã, de tricô, também são bons, porque o bebê sente mais frio nas extremidades e eles ajudam a aquecer. Se você se apaixonar por um sapatinho lindo, pode comprar, mas saiba que é só enfeite e se o bebê se incomodar, tire logo. Hoje já existem meias imitando sapatos que dão um bom complemento nas roupas, e sapatos que são verdadeiras meias de tão macios. E quando a criança estiver começando a ficar em pé para dar os primeiros passos, use meias com sola antiderrapante, para ajudar.

 

Manta

Deve ser quente, antialérgica e bem macia. Nos primeiros meses de vida, o neném adora a sensação de estar bem envolvido em uma manta, isso porque cria uma atmosfera parecida com a barriga da mãe, onde ele permanecia apertadinho e seguro. Quando usamos a manta, além de aquecer o bebê, também serve para acalmar o pequeno e também aliviar cólicas, não importa o lugar, esteja onde estiver, ele sempre se sentirá melhor envolto da mantinha. Mesmo quando o bebê estiver no carrinho, ou na cadeirinha de automóvel, no berço ou no colo, você dele deixa-lo com a manta, como dito, isso acalma e faz com que ele se sinta protegido e bem mais calmo. O mais importante é que você aprenda a escolher a manta correta para cada estação do ano, as de lã, servem para dias mais frios, as de malhas diversas ou algodão, para os dias mais quentes. Quando precisar escolher as mantas, não se esqueça de dar preferencia as antialérgicas e bem macias, isso é muito importante. Algumas mantas de lã podem pinicar e deixar o bebê desconfortável, sendo assim, faça uso de uma vira de manta por dentro ou uma fraldinha de algodão que seja bem fina, afinal, não queremos cozinhar o rebento, apenas aquece-lo.

Joia para bebês

Enquanto o bebê ainda é muito pequeno, o ideal é evitar joias, principalmente correntinhas de ouro. Quando está mais agitado, o neném pode ter uma forma que os pais desconhecem, e em apenas um puxão pode machucar o pescoço ou mesmo engolir o pingente. As pulseiras são menos perigosas, desde quando não estejam frouxas e nem apertadas. Para a mamãe que quer colocar um brinquinho no bebê, preste atenção a essa dica: os pediatras recomendam esperar até o 2 mês de vida para furar a orelha, e os cuidados devem ser seguidos a risca. Não compre nem uma joia que não seja de ouro, isso evita inflamações na orelhinha de sua filha.  O brinco escolhido deve ser pequeno e sem ponta. Todos os dias você deve higienizar o brinco com álcool 70%, ao colocar de volta, deve girar o brinco todos os dias durante dois meses para evitar que o mesmo fique grudado na orelhinha da bebê. Não se esqueça que por cerca de 3 meses, o brinco não deve ser retirado, pois se nesse período a sua filha ficar sem ele, o buraco fechará. 

 A saída de maternidade

O termo “saída de maternidade” chega a soar engraçado se analisarmos por outro ângulo, pois usaremos antes mesmo de sair da maternidade, ao contrário do que sugere o nome. Com tantos visitantes, avós, tias e tios, amigos etc, todos querendo tirar uma bela foto do novo membro da família, é mais do que natural que a mamãe queira que o seu neném esteja impecável e mais bonito do que nunca para este momento. O ideal é dois conjuntos de saída maternidade, isso porque acidentes podem ocorrer, principalmente com o leite, e é claro que ninguém quer sair da maternidade com o bebê cheirando a azedinho. Vale ao menos ter uma das roupinhas mais caprichadas ou mesmo as duas para garantir, ai fica a seu critério. Algumas saídas de maternidade trazem o macacão fazendo conjunto com a manta, e até mesmo lacinho para o cabelo (no caso de meninas é claro), enfim, são milhares de modelos para você escolher e sair em grande estilo da maternidade, afinal, essa é uma das melhores partes de ser mãe.

Roupas de festa

Quem não adora ver o seu bebê super bem vestido com aquela roupinha de festa? Pois, o melhor momento para fazer o que todas as mães adoram fazer com os filhos (brincar de boneca) é justamente esse. Quando damos uma festa ou mesmo somos convidados para uma, podemos nos fartar com as mais lindas roupinhas de festa, acessórios, pulseirinhas e tudo mais que a imaginação mandar.  Sabe aquela vontade que dá de deixar o seu bebê parecendo uma princesa ou um príncipe? Então, é justamente esse o momento que você esperava, mas calma, tudo tem um limite. Quando falamos em roupas de festa, logo vem a cabeça modelinhos de vestidos com bordados, lacinhos de cabelo, bonés, sapatinhos para meninos, terninhos, dependendo do evento é claro, e mais uma centenas de possíveis acessórios. Isso tudo pode ser lindo de se ver, mas há certos tipos de apetrechos que deixam a criança incomodada, então na hora de vestir o seu bebê, fique atenta para ver se o mesmo não está se sentindo desconfortável com a roupa, porque se você insistir, acredite, não vai aproveitar de nenhuma forma a festa, pois quando desgostosos com a roupa, não param de chorar nem por um minuto. Vista o seu filho com o que há de melhor, mas nunca se esqueça de que o conforto dele vem sempre em primeiro lugar. De preferencia para tecidos fáceis de lavar, assim você não ira ficar arrasada quando o bebê se sujar com brigadeiro. De igual atenção para o tipo de tecido, nada de tecidos duros prendendo os movimentos do pequenino, também fique atenta a essa dica mamãe, antes de sair para uma festa, se arrume primeiro e só quando for sair de casa, arrume o bebê, assim ele chegará impecável para marcar presença e começar a brincadeira.

Roupas de brincar

As melhores roupas para a criançada brincar a vontade são as roupas de algodão, macias, leves e deixam a pele respirar perfeitamente, já para as meninas, os vestidos fresquinhos estão em alta, laggins também são bastante utilizadas. Para o frio, tanto para o menino como para a menina, de preferencia aos conjuntinhos de moletom, além de serem super confortáveis e fáceis de lavar, claro que dependendo de onde os pequeninos forem brincar, se no local existir grama e brinquedos ao ar livre, evite os conjuntos de cores claras. Evite comprar roupas caras para esse tipo de atividade, assim você não precisará se preocupar com a brincadeira e a sujeira das roupas, que indicam com certeza, que a brincadeira foi ótima!

     
pp
r.n.
p
0 à 1 mês 0 à 1 mês 1 à 3 meses
1,5 à 2,9 kg 3 à 4 kg 4 à 6 kg
42 à 46 cm 50 à 55 cm 55 à 60 cm
     
m g gg
3 à 6 meses 6 à 9 meses 9 à 12 meses
6 à 8 kg 8 à 9 kg 9 à 10 kg
60 à 65 cm 65 à 70 cm 70 à 75 cm
     
     
1 2 3
1 ano 1 à 2 anos
2 à 3 anos
11 kg 11 à 12 kg 12 à 14 kg
73 à 80 cm 80 à 86 cm 86 à 95 cm
     
     
4 6 8
3 à 5 anos 4 à 5 anos 5 à 7 anos
14 à 16 kg 16 à 18 kg 18 à 22 kg
95 à 101 cm 102 à 107 cm 108 à 75 cm
     
Tabela de tamanho de roupas para bebê. Tamhos: Prematuro, rescém-nascidos, p, m. g e de 1 a 8 anos de idade.
 

Central de Atendimento


Cegonha Encantada Magazine LTDA. / CNPJ. 13.967.981/0001-92

Rua Dona Dica, nº 550 - Jardim Tranqüilidade - Guarulhos - SP - cep: 07052-000 / TEL. (11) 4307-9530

As promoções são válidas enquanto houver produtos em estoque. Todas as nossas vendas estão sujeitas à análise e confirmação das informações pela área responsável de nossa loja. Todas as ofertas e condições de pagamento são para as compras realizadas em nossa loja online. Direitos reservados.

Se você está procurando roupas de bebê, enxoval de bebê, além de todos os acessórios para montar o enxoval completo do seu filho, está no lugar certo! Só na Cegonha Encantada você encontra roupas de bebê e acessórios com o melhor preço da internet e com condições incríveis de pagamento, toda a loja em até 6x sem juros e troca garantida. Coleções sempre atualizadas para deixar o seu bebê na moda. Não perca tempo, pensou em roupas infantis com o melhor preço, pensou em Cegonha Encantada.