Banho do Bebê

Os primeiros banhos do bebê

Dar os primeiros banhos no bebê pode parecer uma tarefa muito difícil, principalmente para as mamães e os papais de primeira viagem. Muitas têm dúvidas e inseguranças em relação a hora do banho. Mas vamos ter calma mamãe, essa insegurança é normal! Pois os bebês são tão pequeninos e frágeis... é claro que não queremos machuca-lo, mas nada que o tempo e a prática para a mãe pegar segurança e ficar craque na hora de dar o banho em seu pequeno. Mas para isso é preciso ter calma, respirar fundo e encarar essa missão que com certeza será um dos momentos mais especiais que você vai passar com o seu bebê, pois o banho pode ser a hora mais gostosa da relação entre mãe e filho. Por isso relaxe e aproveite bastante esse momento com o pequeno.

A cegonha encantada preparou dicas super importantes para esclarecer as dúvidas dos pais. Assim a mamãe ou o papai que quiser se aventurar nessa empreitada, ganha mais segurança e faz com que a hora do banho do bebê se torne ainda mais especial.

É de suma importância que os bebês tomem banho todos os dias, mesmo se o clima estiver bastante frio, isso vai garantir a saúde e o bem estar do pequeno, além é claro do bem estar, dessa forma, o seu bebê vai estar sempre contente e feliz, e com aquele cheirinho que todos adoram.

Cuidados na hora do banho do bebê

Alguns cuidados devem ser tomados na hora do banho do bebê, como por exemplo, o ideal é sempre começar pela cabeça e por último limpar as genitais. O shampoo tem que ser neutro e adequado para o bebe, produtos infantis são mais suaves e próprios para as crianças, evite usar esponjas. O sabonete também tem que ser neutro. Hoje no mercado, existe uma vasta variedade de marcas de produtos muito bons e próprios para os bebês, por isso é fácil a mamãe encontrar nas prateleiras de qualquer supermercado ou farmácia, produtos certos e que mais lhe agradam.

A temperatura da água também é um fator muito importante na hora do banho, o ideal é que se coloque a água fria e depois vá adicionando a água quente até que chegue a uma temperatura agradável (bem morninha), a água não deve ficar quente, para medir a temperatura coloque a parte inferior do braço na água e veja se esta morna, para quem tem termômetro, a temperatura ideal é de 36 a 37 graus, variando com a estação do ano. Não coloque pouca água para que ela não esfrie rápido, o ideal é que a água alcance o umbigo do bebe.

Outro detalhe muito importante é a forma de como você segura o bebê, claro que nos primeiros banhos sentimos certa aflição e ficamos inseguros, pois os bebês são bem pequeninos e frágeis, mais isso é normal, e com o tempo, virá prática. Devemos segurá-los de uma forma em que fiquem confortáveis e seguros, e é claro, o banho no bebê tem que ser dado com muito carinho, amor e acima de tudo, muito cuidado! Não se assuste nem se desespere se o bebe começar a chorar na hora do banho, é uma reação normal por se sentirem inseguros e desprotegidos, e como a única forma de comunicação do bebê é através do choro, então qualquer coisa que você faça que o tire da rotina, a primeira reação será chorar. Mas quando o bebê se acostuma com a água, logo se acalma e para de “resmungar”. Aproveite este momento para conversar e brincar com o neném, isso estimula os sentidos do pequeno. O banho se tornará muito mais prazeroso e relaxante com o tempo, alguns não se incomodam nem um pouco e ao contrário, adoram os primeiros banhos.

Mais dicas para o banho do bebê

Vamos a algumas dicas também sobre o preparo do banho, uma delas é que o bebe não pode ficar muito tempo sem a roupinha, pois ainda são muito sensíveis e sentem bastante frio quando estão despidos, podem pegar um resfriado com facilidade, então antes de tirar a roupinha do bebê, prepare a água e tudo que vai precisar durante o banho, shampoo, sabonete, a tolha e tudo mais que for usar no banho do seu neném, e é claro, deixe separadas as roupinhas, fralda, creme de assaduras, cotonete, algodão, o álcool para limpar o umbiguinho, hidratante etc. Lembre-se de deixar as janelas e as portas fechadas para evitar uma corrente de ar, mesmo em dias quentes, para que eles não se resfriem, o mais correto é dar o banho e trocar o bebe no mesmo ambiente.

No mercado podemos encontrar facilmente trocadores que já acompanham a banheira, o que facilita muito a vida da mamãe, para quem tem a oportunidade de adquirir um, é uma ótima pedida. Com o tempo a gente pega toda a prática da arte de ser mãe!

Depois vem a segunda parte, trocar o neném e fazer a higienização dos ouvidos, cortar as unhas e cuidar do umbigo do pequenino sempre quando necessário.

Julgando que você não tem um trocador com banheira, vamos deixar a dica, a escolha da mesma também é muito importante, existem no mercado vários tipos de banheira, escolha uma banheira que se adapte ao o espaço que você dispõe em sua casa, e uma banheira de qualidade que seja confortável para o seu neném. É importante também ter uma banheira para viagem, existem no mercado as do tipo dobrável ou inflável, tendo várias opções especiais de cores e formas. Podem ser um pouco mais caras, mas valem o investimento, principalmente se você faz muitas viagens, ou até mesmo passeia muito com o seu bebê na casa da vovó ou da titia, assim você ganha praticidade na hora de deixar o pimpolho sempre cheiroso na casa de familiares e amigos, e é claro, evita o trabalho de locomover aquela banheira enorme que ocupa muito espaço. Também devemos levar em consideração que os bebês babam e regurgitam muito, então como dito antes, uma banheira portátil pode ser de grande utilidade.

Antes do banho, é aconselhável passar um algodão úmido com água morna nas secreções secas, como narinas e olhos do bebê, que são mais difíceis de serem removidas, assim fica fácil terminar de limpar essas partes na hora do banho sem correr o risco de machucar o bebê. O algodão úmido pode ser passado também no exterior das orelhas.

Nos primeiros banhos do bebê, peça a ajuda de uma pessoa com mais experiência para lhe ajudar com os preparativos e o manejo do pequeno, como por exemplo, se você esqueceu de pegar alguma coisa, você não poderá soltar o bebê para ir buscar, sem contar outras situações inusitadas que a mamãe possa enfrentar, por isso até ter segurança, é de suma importância sempre ter uma pessoa por perto para ajudar, e com o tempo você vai pegando todos os truques e ficar expert na hora de dar o banho no seu pimpolho.

Antes de colocar o seu neném dentro da banheira, molhe primeiro seus pés e mãos, vá molhando ele aos poucos, passe a mão com água na cabecinha, na nuca e aos poucos, vá jogando água sobre o corpinho dele, assim ele irá se acostumar com a água e se aquecer sem tomar aquele “choque”, e com isso não vai mais se assustar quando for colocado submerso na banheira.

O cabelo do bebê tem de ser totalmente seco após o banho, pois a umidade dos cabelos pode fazer com que o pimpolho pegue um resfriado, além é claro do problema com fungos e ácaros, mesmo sem perceber, você pode deixar o pequeno com a cabecinha húmida no berço, e isso é praticamente um convite para fungos e bactérias.

Assim que o banho do bebê terminar, o envolva em uma toalha bem limpa, seca e macia. Seque-o sem esfregar sua pele, pressione a toalha sobre a pele do bebê com leves toques, não se esqueça de secar bem todas as dobrinhas dele.

Nunca deixe o bebê sozinho dentro da banheira, nunca mesmo, jamais o deixe sozinho nem que seja por 5 segundos, nem mesmo quando ele estiver maior e podendo se apoiar sozinho, pois podem facilmente se afogar em pouquíssima quantidade de água. As mamães devem estar sempre atentas a todas as situações para evitar um possível acidente, nada de atender telefones e coisas do tipo enquanto banha o pequenino.

Brinquedinhos de bebê para o banho

Quando o bebê estiver maior e já se firmando na banheira, de brinquedinhos para ele, como patinhos, bichinhos de borracha e que fazem barulho. Os brinquedos ajudam a entreter o bebê, além de estimular a criança, e também ajuda a tornar o banho mais relaxante e divertido.

Um dos maiores medos e dúvidas das mamães de primeira viagem é a cicatrização do umbigo do bebê, mas não tenham medo. O umbigo de seu bebe não dói, pois não tem nervos, por isso durante o banho lave bem com água e sabão sem esfregar, apenas fazendo movimentos circulares. Após o banho enxugue bem o bebê passe álcool 70% com uma gaze delicadamente também em movimentos circulares até verificar de que não há mais nenhuma sujeira no local, porque o cordão umbilical mal cuidado é um passo para infecções.

Não faça curativos com gases ou qualquer outra coisa em seu recém-nascido, isso era usado antigamente, hoje em dia não se usa mais para uma melhor e mais rápida cicatrização do mesmo, inclusive, é aconselhado que a fralda não tampe o umbiguinho. Fique sempre atenta a vermelhidão, secreção, inchaço no umbigo de seu neném, isso pode ser sinal de infecção, caso isso ocorra, leve seu bebe imediatamente a seu pediatra. A queda do umbigo ocorre cerca de 15 dias após o nascimento, fique atenta a cicatrização e boa sorte!

Agora para a higienização dos ouvidos e unhas, nunca limpe por dentro do ouvido de seu bebê pois isso poderá causar uma lesão no canal auditivo, limpe apenas a parte externa e atrás com um cotonete. As unhas devem ser cortadas sempre que necessário para que eles não possam se machucar ao passar as mãozinhas no próprio rostinho, mas atenção, muita atenção para não machucar os dedinhos do bebê. Dê preferência as tesourinhas específicas para os pequenos, são melhores por terem as pontas arredondadas e oferecerem maior proteção.

Muito importante é antes de usar alguns acessórios de bebê como a tesourinha, por exemplo, é que a mamãe faça a devida higienização e esterilização destes, e depois de tantos cuidados, ufa! É hora de curtir o bebê.

Aproveitando que o assunto é banho, vamos deixar uma dica que também é muito importante para os bebês: O banho de sol.

O banho de sol do bebê deve ser diário, se não for possível, pelo menos duas vezes por semana ele deve ficar exposto ao sol, para que se ative a vitamina D que ele recebe do leite da mãe; esse hábito deve ser iniciado já aos 30 dias de vida da criança, começando com 5 a 10 minutos e ir aumentando aos poucos até que se alcance a média de 30 minutos.

O melhor horário para o banho de sol do bebê é pela manhã, até no máximo às 10 horas; e no final da tarde, depois das 16 horas. Fora desses horários os banhos de sol são prejudiciais ao bebê, lembre-se que é uma questão de saúde, não é para ele "parecer bronzeado". Também não deve usar nunca protetor solar na pele supersensível do bebê, para evitar reações alérgicas.

O banho de sol não terá efeito se o corpo do bebê estiver coberto, então, a maior parte do corpo dele ficar livre de roupinhas. A cabeça e o rosto devem ficar protegidos e ele deve receber bastante líquido para não desidratar. O banho de sol é fundamental para combater o raquitismo.

São tantos os cuidados que devemos ter na hora do banho que já sentimos certo cansaço apenas de ler tudo isso, mas não se desespere mamãe, na prática tudo isso acaba se tornando diversão, você logo vai ver que o bebê adora água e a hora do banho do seu filho logo vai passar a ser uma hora de grande prazer e farra para os dois, ou três, afinal, não existe nada melhor no mundo do que cuidar do seu pequenino dando todo o amor e o carinho que ele merece.