Moda Bebê

As mamães que sempre se vestiram bem e estão  por dentro da moda o tempo todo, não abrem mão do estilo nas roupinhas dos pequeninos. É um instinto natural dos pais(quase sempre das mães), quererem sempre que os seus bebês estejam lindos e bem vestidos, e levando em consideração o tamanho do mercado de roupas infantis, não é lá uma tarefa muito difícil. Com uma enorme variedade de marcas e modelos, encontrar a roupinha certa para o seu bebê, tornou-se uma tarefa extremamente prazerosa.  

Com milhões de modelos encontrados no mercado, fica difícil escolher somente o que o bebê vai usar, aquela vontade de comprar tudo o que achamos lindo, sempre predomina, qual mãe nunca teve que controlar o impulso de comprar tudo que vê pela frente na hora de vestir o bebê?

Mas de fato, é quase impossível mesmo, são lindas jardineiras, casaquinhos, vestidinhos cheios de adornos em cores vibrantes e detalhes em lacinhos que fazem brilhar os olhos das mães.

 

Quando o assunto é moda bebê, é claro que as meninas levam uma grande vantagem, ha sempre mais opções no mercado para se vestir bebês meninas, mas isso já está mudando. Com o tempo, o mercado passou a prestar mais atenção na moda infantil, e com isso é claro, vieram muitas opções com novas cores, modelos e estampas. Antigamente, para encontrar peças mais transadas para os bebês meninos, precisávamos procurar muito mais, e mesmo assim, eram poucas as opções encontradas.

Nos dias de hoje tudo mudou, não que as meninas ainda não levem vantagem, mas os meninos também foram beneficiados por uma grande variedade de peças e acessórios.  Bonés, chapéus, tênis das maiores marcas agora em miniatura como o All Star para bebês, e também marcas famosas no mundo que fizeram história com  o seu estilo e bom gosto como Polo Halph Lauren, agora também produzem roupas para os pequenos.

 

Em resumo, nos dias atuais, ficou muito fácil vestir bem o seu pequeno seja qual for o seu estilo, mas vale ressaltar que nunca devemos nos esquecer do bem estar do bebê, nem tudo que é “bonitinho” é confortável, e o conforto do pequenino, deve ser a primeira coisa a se levar em conta na hora de comprar, crianças com roupas desconfortáveis tendem a ficar irritadas, chorosas e em alguns casos, com dores causadas por faixas apertadas ou alguns sapatinho que machucam.

 

Antes de pensar em moda, use o bom senso e pense no bem estar do seu filho, procure escolher roupas um pouco mais largas, de tecidos confortáveis como o plush, algodão entre outros, e também fique atenta(o) as condições do tempo, o bebê deve sim estar agasalhado quando o clima esta fresco com um ar de outono, mas isso não significa que você tem que vesti-lo para enfrentar uma nevasca no polo norte.

 

Quando uma mulher descobre que está grávida, uma das primeiras coisas que a nova mamãe começa a pensar, é nas lindas roupinhas que irão constituir o seu enxoval. Hoje no mercado da moda infantil, existe uma vasta variedade de modelos, marcas e cores. É uma sensação que somente uma gestante é capaz de entender, conseguem passar horas com um macacão em mãos, imaginando como seria ver o seu filho vestindo aquela peça.

 

Vamos começar falando um pouco da moda para bebê menina? Quando a mamãe descobre que vai ter uma menina, parece que o mesmo pensamento vem à cabeça de todas: vou vesti-la como uma linda bonequinha! E é verdade, existem muitas cores, modelos, acessórios, sapatinhos e mimos para meninas nas lojas de moda bebê. Mas as mães tem que tomar cuidado para não exagerarem! Isso acontece mais do que podemos imaginar, pois é realmente difícil resistir à farta quantidade de acessórios que o mercado oferece, vestidinhos de renda, sapatinhos, saias, shortinhos, blusas, joias, lacinhos... Tudo isso é muito bonito e tem um poder de atração inimaginável, mas as mamães devem se lembrar que o bebê antes de qualquer coisa, precisa se sentir confortável e ficar a vontade.

 

Muito importante também é ter em mente de que existem diferentes ocasiões, e que assim como nós adultos, a mamãe também devem vestir seus bebês de acordo com o ambiente e a ocasião, é claro que isso é uma questão de gosto. Para levar sua princesinha ao parque, por exemplo, não existe uma real necessidade de emperiquitar a criança, uma roupa básica de malha e bem levinha, será o necessário para este momento, é hora de relaxamento e descontração. Agora se a mamãe vai a uma festa, poderá investir mais no visual, como vestidinhos com laços, roupinhas estampadas, sapatinhos, joias, rendas e babados.

Agora vamos falar um pouco de moda para bebê menino. Existe aquele velho tabu de que rosa é para menina e azul para menino. As roupinhas infantis foram padronizadas por essa “regra” durante muito tempo. Mas graças à modernidade felizmente isso mudou. As roupinhas de bebê estão cada vez mais alegres e coloridas, e já não é feio ou “errado” vestir um menino com uma camisa vermelha por exemplo.

 

Se você está esperando ou já tem um menino e quer deixa-lo com um visual mais moderno e sair do tradicional tom de azul bebê, sinta-se à vontade para abusar dos tons de laranja, bege, amarelo, verde, azul marinho...

No mercado existem menos opções de modelos, combinações e acessórios para meninos. Mas isso não impede que a mãe vista seu pimpolho também como um bonequinho.  Abuse nas cores, nos jeans, bonés, tênis, bermudinhas, cintos... É só usar o bom gosto e a imaginação. E vale para os meninos também a história de que cada ocasião pede um tipo de roupa.

Uma coisa importante que a mamãe deve ficar atenta na hora de comprar as roupinhas é tomar cuidado com as etiquetas. Procure comprar as peças que tem forro e etiquetas internas e macias, assim a mamãe pode evitar irritações e alergias na pele do bebê que são bem mais sensíveis que a dos adultos. Tome cuidado também com as peças Jeans, elas podem prender os movimentos da criança. Como o jeans para bebê é uma peça irresistível, procure optar pelo jeans mais molinho e um pouquinho folgado, assim, você terá absoluta certeza de que não irá machucar o pimpolho. Observe também se o bebê se sente bem com a roupinha, se quando você trocar a roupinha  a criança começar a chorar, pode ser apenas um desconforto causado pela roupa, se isso acontecer troque a roupinha e observe a reação do bebê.

 

Alguns itens são indispensáveis para a moda tanto masculina quanto feminina. São peças que não podem faltar no enxoval para complementar o visual do pequeno como: casaquinhos, macacões, bodys, calças, sapatinhos, bonés etc.

Casaquinho: Não importa a estação do ano em que o bebê vai nascer, é importante ter no enxoval o casaquinho, juntamente com luvinha e gorro. O que muda é quantidade desses itens, a mamãe deve adquirir essas peças de acordo com a estação. Por exemplo, se for no inverno, tenha pelo menos cinco casaquinhos, e opte pelos mais quentinhos como os de plush ou lã. Existem vários modelos e materiais de casaquinho que variam com a estação do ano, e que vão deixar seu bebê sempre na moda e quentinho.

Body e calça: O bory é aquele velho item indispensável no enxoval do bebê. Para as mamães de primeira viagem ele nada mais é do que um macaquinho, uma camiseta fechada no meio das pernas com botão de pressão. Não há como não ter esse item, ele é indispensável e muito confortável, ele vai fazer parte do dia a dia na hora de vestir o bebê. Existem modelos de mangas compridas para os dias mais frios e curtos para os dias de calor. No geral eles são peças mais simples, geralmente são lisos de uma cor só como rosa bebê, azul bebê, amarelinho, mas hoje em dia, o mercado abusa mais das estampas, modelos e cores dessa peça. É um item básico e que com certeza nunca vai sair da moda bebê.

 

O mijão é uma calça de malha levinha que como o bory é indispensável, eles podem ter pezinhos (como se fosse uma meia para os pés que já vem acoplada a calça) ou não. Os modelos sem o pezinho podem ser aproveitados por mais tempo, pois os bebês crescem muito rápido e com isso as calças que tem o pezinho perdem mais rápido. Mas as que têm o pé não podem faltar principalmente nos dias mais frios. O mijão ou calça é um item básico, pode não ser a peça mais bonita, mas é uma peça indispensável.

Tanto o mijão quanto o body são usados dentro do macacão para os dias mais frios para melhor aquecer o bebê, para isso opte pelas peças básicas sem detalhes, nos dias de calor, por serem bem levinhas e frescas, faça uso do mesmo sem o auxílio do macacão.

Macacão: O bebê usa muito, principalmente no início, ele vai passar praticamente todo o tempo dentro de um, o bom é que o macacão é uma peça que serve para muitas ocasiões quando o bebê tem menos de dois anos, dormir, ficar em casa, passear... Vale a pena investir nessa peça, existem modelos mais quentes e os mais frescos. Opte pelos com abertura frontal com botões de pressão. O macacão sim é uma peça que o mercado oferece mais opções de cores e estampas, o difícil é não comprar todos que encontrarmos pela frente.

Sapatinho: Existem vários modelos de sapatinho no mercado da moda bebê. Nos nenéns recém-nascidos, a mãe pode usar e abusar nos modelos de lã, pois além deles sentirem bastante frio nos pés, são mais confortáveis e muito fofos. Claro que para um passeio, se a mamãe preferir pode optar pelos sapatinhos e sandalinhas mais fashion, desde que sejam confortáveis para o bebê.

Na fase em que o bebê começa a se firmar de pé ou andar calçado, não podemos usar qualquer tipo de calçado, isso pode prejudicar seu desenvolvimento, escolha os modelos ortopédicos com formas anatômicas e com sistema ante – derrapante para evitar escorregadelas e quedas. É muito importante que a criança nunca use calçados que já foram usados por outras crianças, pois não existem dois pés com o mesmo formato e isso poderá prejudicar a formação natural dos pés do bebê.

Seguindo estas observações, a mamãe pode usar e abusar dos sapatinhos e deixar seu bebê sempre na moda. Não há mãe que consiga resistir a tantos modelos lindos no mercado.

Joias: Já que o assunto é moda bebê, não podemos deixar de falar das joias. Qual a mãe que nunca ficou ansiosa na hora de furar a orelhinha de sua princesinha? Ou comprar uma linda pulseirinha de ouro? Nada mais fofo não é mesmo? Por isso vamos dar algumas dicas na hora de comprar os brinquinhos para o bebê. Nunca compre bijuterias, pois o a pele do bebê é muito sensível e logo pode dar alergias e irritações. Jamais compre brincos ou pulseirinhas muito grandes, nem com formato de argola, pontiagudos ou com detalhes que possam machucar, arranhar ou grudar na roupinha. A regra é clara: Brincos para bebê somente de ouro e de bolinhas pequenas, nada de exageros. Outra dica muito importante é: quase toda mulher que tem uma amiga com uma menininha, já furou a orelhinha dela ou diz conhecer alguém que saiba furar, jamais faça isso, caso queira mesmo colocar brincos no bebê, converse com o pediatra e se ele der o ok, procure uma pessoa especializada.

 

No mais, existem os vestidinhos, saias, blusas, bermudas, camisas e bonés que nem precisam de comentários certo? A grande variedade de estampas, modelos e cores, deixam qualquer mãe hipnotizada e com vontade de sair comprando tudo. Mas as mães devem se controlar e não exagerar comprando muitas peças do mesmo tamanho, devemos lembrar que os bebês crescem muito rápido, e acabam perdendo algumas, muitas vezes você não terá chance de usar tudo que adquiriu.

Mas calma, nem tudo está perdido, comprou demais? Compartilhe! Qual mãe não gosta de ganhar roupinhas de presente? Compartilhar é Divino, sempre temos pessoas próximas a nós, ou com um bebê pequeno, ou esperando um, e acredite, se tratando de filhos, essa é uma ótima forma de criar, melhorar ou estreitar uma relação de amizade, afinal, quem nunca ouviu aquele velho ditado: "Quem oferece balas aos meus filhos, a minha boca adoça!".

 

Qual o estilo do seu filho mamãe? Seja qual for, a Cegonha Encantada sempre tem aquela roupinha que agrada desde as mamães mais simplórias, quanto as mais exigentes, não perca tempo, busque em nossa loja, temos sempre aquele modelo que é a cara do seu bebê!