Quarto de Bebê

Um dos momentos mais especiais para a futura mamãe é a hora de decorar o quarto do bebê.

Por volta do quinto ou sexto mês de gestação, é hora de começar a preparar o quarto do bebê que está a caminho. Saber o sexo do pequeno, vai ajudar muito na escolha do tema para a decoração do seu quarto, embora hoje a modernidade permite misturas de cores e temas. Por exemplo, o tema de ursinhos como o Pooh, é usado tanto para bebês meninos como meninas. O mesmo se aplica ao tema de alguns contos, animais, jardins, entre outros.

 

Quando a mamãe já sabe o sexo do bebê, a coisa muda de figura. Ai sim ela já pode decorar o quartinho com um tema específico para menina ou menino, como por exemplo: Barbie, branca de neve, princesas, Batman, ou até mesmo manter no tradicional azul ou rosa. Assim a mamãe já pode decorar todo o conjunto do quarto como lençol, cortinas, cobertores, pintura, móveis, tudo de acordo com o tema que ela escolher sem ter que se preocupar em deixar a decoração unissex.

Iluminando o quarto do bebê


Como para a iluminação da sala, sugerimos dois tipos de lâmpadas: uma no centro do teto e outra na parede do quarto, de preferência, aquelas que podemos regular a intensidade da luz, isso facilita bastante quando por exemplo, precisamos trocar o bebê de madrugada sem precisar acorda-lo. Uma luz fraquinha também pode ajudar seu bebê a dormir melhor e conciliar ambientes um pouco mais escuros, como sendo a hora de relaxar.

As cortinas são necessárias para controlar a entrada de luz natural durante o sono diurno do bebê. Recomenda-se que se use materiais que não prendem o pó. O mesmo conselho pode aplicar o protetor do berço e ao colchão. Que são de um material que não absorve a sujeira e qualquer poeira.

 

Quanto mais simples os móveis no quarto, melhor. No início, o bebê vai precisar de um berço, cômoda e trocador. A posição e a distribuição da mobília é muito importante porque vai determinar a praticidade na hora de usá-los.

Tipos de colchões adequados para o sono do bebê


Quanto aos colchões, existem muitos tipos com preços que variam de acordo com o material usado. A espuma é o mais barato, mas menos higiênico. Um tipo de colchão muito indicado para o bebê é o de fibra de coco. Ele tem a melhor higiene porque impede a acumulação de humidade, mas é mais caro do que os outros, só que muito mais higiênico e mais adequado para o corpo do bebê, evita que bactérias e mofo se instalem no colchão, podendo prejudicar a saúde e o sono do bebê.

Dicas de segurança para o quarto do bebê


O ambiente em que seu bebê vai crescer e se desenvolver deve ser acolhedor, simpático, estimulante e confortável. Um lugar onde o bebê se sinta protegido e abrigado. Portanto, ele precisa ser extremamente seguro. Tome o máximo cuidado para não usar tintas tóxicas, móveis com cantos pontudos, deixar as tomadas sem os plugues de proteção, gavetas, portas e janelas, também evite a todo custo objetos pontiagudos no quarto do pequenino. Guarde bem os medicamentos, pomadas e outros materiais que o bebê pode colocar em sua boca. Evite vidro, cerâmica ou algo quebrável, o bebê pode se machucar gravemente. Todo cuidado é pouco quando se trata da segurança do pequeno.

É importante que o quarto do bebê não fique cheio de coisas, bichos de pelúcia e outros objetos decorativos em excesso. Muitos objetos coloridos podem causar confusão visual para o pequeno. Nos primeiros meses, evite os tapetes, muitos ácaros e sujeira costumam acumular e podem causar alergias. Um quarto muito cheio é mais difícil de limpar, e a limpeza é um fator muito importante na saúde do bebê, e para finalizar, não se esqueça de manter o ambiente sempre arejado.

 

Quarto do bebê. Dicas e curiosidades sobre o sono

 

Mesmo para pais mais experientes, algumas dúvidas permanecem sem a devida explicação, como por exemplo: o bebê deve dormir em um quarto escuro ou devemos deixar um abajur ligado a noite toda? Podemos até arriscar um “chute”, mas você sabe ao certo qual é a forma correta? Especialistas afirmam que dormir no escuro é a melhor forma para ter um sono mais relaxante. No caso de bebês aconselham a deixar uma luz bem fraquinha para dar somente uma leve iluminada deixando uma luz ambiente para maior segurança, outra alternativa dada pelos especialistas é deixar luzes coloridas bem leves acesas, como por exemplo a luz azul que tem efeito relaxante, para acalmar recém-nascidos, principalmente os hiperativos.

 

Silêncio. O melhor remédio para um sono tranquilo

 

Quando falamos em silêncio, você logo imagina que a dica é não entrar no quarto do bebê gritando. Mas não devemos evitar somente as vozes altas e gritos. Sons da TV, de carros, tudo pode deixar o sono do bebê mais perturbado. Evite deixar a TV perto do quarto do bebê ou muito alta. Para quem mora em sobrados com quartos nas duas extremidades da casa, deixe sempre o quarto mais afastado da rua para o neném. Quando se trata de apartamentos, faça o mesmo, caso só tenha quartos voltados para a rua, procure manter a janela bem fechada durante a noite. Barulhos atrapalham a criança a ter um sono tranquilo e relaxante, o que pode prejudicar o dia a dia do seu bebê, observe o comportamento dele durante o dia, se ele ficar irritado, chorando sem motivo... Tudo isso pode ser devido a uma noite mal dormida.

 

Estendendo um pouco mais adiante ao assunto do quarto, é muito importante dizer aos pais para que tenham plena consciência de que seus filhos, serão exatamente o espelho do ambiente em que vivem. Com a chegada do bebê em casa, alguns hábitos errôneos devem ser corrigidos antes de que seja tarde. Por mais que relutemos em dizer que cada pessoa é uma pessoa e que a personalidade vem formada, especialistas já comprovaram que o os pequeninos tendem a imitar o que está a sua volta, então, se você quer uma criança calma e tranquila, primeiro vai ter de dar isso a ela. Em um ambiente conturbado onde todos gritam ou falam muito alto, impossibilitando o repouso correto do pequenino, fique ciente que sem sombra de dúvida, assim que crescer ele fará o mesmo.

 

Berço do bebê com trocador e cômoda

 

Algumas mulheres podem não gostar muito do estilo desses móveis, afinal quando vem tudo em uma peça só, não podemos espalhar as peças no quarto do bebê para ficarem esteticamente perfeitas, mas esse tipo de móvel, também tem os seus benefícios. Mesmo que você não acredite, trocar o neném é uma tarefa nem sempre tão fácil, isso mesmo, um pouco difícil acreditar nisso não? Mas é a pura verdade. Com a correria do dia a dia, muitos afazeres, a organização das roupinhas do neném, dependendo da idade do pimpolho, você também já terá que se preocupar com a papinha, os sucos, os cuidados com a roupinha do bebê como lavar e passar, são muitas coisas a se fazer, sem esquecer é claro de que você também precisa de cuidados. Para resumir, quando se tem milhões de coisas a se preocupar, mesmo aquelas tarefas a que estamos acostumados a executar com frequência em nosso cotidiano, podem sair um pouquinho desastrosas por conta da distração.

 

Imagine a seguinte cena, o bebê resmungou, você mais do que depressa parou o que estava fazendo para ir vê-lo e ao pegar o pequeno você descobre que ele precisa trocar as fraldas, depois de muito “bilu bilu” e o “cadê o neném da mamãe” você o coloca no trocador, abre o macacãozinho e começa a retirar a fralda quando de repente... Onde está o lencinho humedecido? Se o seu bebê já está bem esperto o que podemos fazer? Deixa-lo sozinho no trocador enquanto procuramos o lencinho na cômoda? Claro que não! Acidentes sérios acontecem quando estamos confiantes da situação, quando achamos que o pequenino é quietinho e jamais iria se mover, é quando o pior acontece, pense bem, você conhecia alguma pessoa que não sabia nadar e que morreu afogada? Não mesmo não é? Justamente por ter medo e não saber nadar, é que essa pessoa não entra na agua até ficar fundo. A mesma coisa para as mães, nunca, mais nunca mesmo, confiem nesse tipo de situação, o bebê não deve ficar sozinho em trocadores e banheiras nem se quer por 30 segundos.

 

Voltando ao berço com cômoda e trocador, não importa o que você tenha esquecido, se o lencinho, um creme para assaduras ou alguma outra coisa qualquer, com uma das mãos você pode segurar o neném, enquanto pega o objeto com a outra, facilitando e muito a vida de mulheres mais ativas.

 

Kit berço, há sempre um que combina com o quarto do bebê

 

Quando começamos a preparar o quartinho do neném, pensamos em cada detalhe, nas cor que iremos usar, nos tipos de móveis que mais nos agradam, até mesmo um abajur que vai ficar discretamente exposto em cima de algum móvel, temos o trabalho de escolher minunciosamente para que o quarto tenha uma ornamentação perfeita. Têm-se todo esse trabalho na decoração, não seria mais viável comprar o kit berço ao mesmo tempo em que os móveis? O kit de berço é uma peça fundamental e indispensável no quarto dos pequenos, por esta razão, algumas dicas devem ser seguidas.

 

O quarto é um lugar onde o bebê repousa por longos períodos de tempo sozinho, e partindo deste principio, devemos ter em mente de que esse lugar, deve ser o mais seguro do mundo. Existem no mercado modelos de kits para berços com muitas rendas e babados, totalmente ornamentados e coloridos, é uma verdadeira festa para olhos das mães corujas, mas um inimigo real para o bebê, mas não se preocupe, vamos explicar.

 

Alguns modelos desse tipo de acessório, podem trazer babados e enfeites em demasia e isso pode causar um acidente, pela dificuldade de movimentação, um bebê muito pequeno que se vire por acidente, pode sufocar por não ter coordenação motora para se desvencilhar do kit, então na hora de escolher o seu, quanto mais simples melhor. Na hora da compra, tenha em mente de que o kit berço deve ser leve, bonito e compacto.

É importante salientar que o que estamos querendo dizer aqui, não é que você não deva adquirir um kit, e sim que você deve tomar cuidado com alguns modelos, neste caso, o simples é sempre o melhor.

 

O quarto do bebê está pronto, é hora de curtir o pequenino

 

Ufa! Depois de tanto que se fez, agora somos tomados por aquele sentimento de missão cumprida, a mamãe já pode começar a imaginar o seu bebê usufruindo com conforto e segurança o ambiente que ela preparou especialmente para ele, ou ela com muito carinho. Podemos sentar a relaxar... não outra vez!

 

Já que o quarto está pronto, é hora de começar a revisar a bolsa de maternidade, tanto a sua quanto a do bebê, faça uma lista, organize, confira e tenha certeza de que não esqueceu de nada, a mamãe quer que tudo saia perfeito e para isso, muito empenho é necessário. Desde de o momento em que se descobre que está gravida, as mães não param mais de se preocupar com tudo que o bebê precisa para vir ao mundo, e temos que concordar que não é pouca coisa, uma criança exige uma série de cuidados e da proteção materna em tempo integral nos primeiros meses de vida, é uma tarefa árdua, mas gratificante, e toda mãe tem absoluta certeza de que cada minuto dedicado ao seu filho, valerá a pena, contudo podemos ter certeza de que o ditado é mais que verdadeiro:

“Ser mãe, é padecer no paraíso”.